Equipe mista do Minas Tênis Clube fatura Grand Prix Nacional de Judô

Publicado porem 16/12/2023

O Minas Tênis Clube conquistou, neste sábado (16), pela primeira vez, o título do Grand Prix Nacional de Judô, principal torneio por equipes mistas do país. Os minastenistas, que sediaram a competição na Arena UniBH, em Belo Horizonte, superaram ma final o bicampeão Esporte Clube Pinheiros, de São Paulo..

Cada equipe relacionou seis atletas para o confronto (três homens e três mulheres). Na disputa para judocas até 57 quilos (kg), Shirlen Nascimento, do Minas, levou a melhor sobre Larissa Pimenta, do Pinheiros, bicampeã pan-americana e décima do ranking mundial da categoria até 52 kg. Em seguida, Júlio Koda Lima (até 73 kg) bateu William Lima (11º do mundo na categoria até 66 kg).

O Pinheiros reagiu. A venezuelana Elvismar Rodríguez, bronze nos Jogos Pan-Americanos de Santiago (Chile), superou Sarah Nascimento, no duelo entre judocas até 70 kg. Depois, Giovani Ferreira venceu Matheus Oliveira, ambos da categoria até 90 kg, empatando o embate.

O Minas voltou à frente com a vitória de Millena Silva sobre Karol Gimenes, as duas da categoria até 78 kg, mas o Pinheiros igualou graças ao triunfo de Rafael Buzacarini, 15º do mundo entre os atletas até 100 kg, sobre Eduardo Bettoni. Na luta de desempate, o sorteio opôs novamente Millena e Karol. Mais uma vez, a minastenista se deu melhor e confirmou o título inédito aos anfitriões.

Millena Silva (azul, Minas) vence Karol Gimenes na luta da categoria até 78 kg - Minas campeão do Grand Prix Nacional de Judô - em 16/12/2023

Para chegar à decisão, o Minas derrotou o Clube Paineiras do Morumby, de São Paulo, nas quartas de final e a Sogipa, do Rio Grande do Sul, nas semifinais. O Pinheiros, por sua vez, passou pelo também gaúcho Grêmio Náutico União e pelo Instituto Reação, do Rio de Janeiro. Sogipa e Reação ficaram com o bronze do Grand Prix, ao superarem, respectivamente, Paulistano e Paineiras. Todos os duelos ocorreram neste sábado.

A competição foi disputada pela primeira vez em 2018, com vitória do Reação. O Pinheiros ganhou as duas edições anteriores, em 2019 e 2022. O modelo de disputa por equipes mistas estreou no programa olímpico nos Jogos de Tóquio, no Japão, em 2021.

Troféu Brasil

Entre quinta-feira (14) e sexta-feira (15), a Arena UniBH também recebeu o Troféu Brasil de Judô. O evento reuniu mais de 400 judocas, que competiram em 14 categorias (sete em cada gênero). O Pinheiros liderou o quadro de medalhas, com cinco ouros, seguido por Minas (três ouros e cinco pratas) e Reação (três ouros e três pratas).

Destaque à presença da campeã mundial, olímpica e pan-americana Rafaela Silva. A judoca do Flamengo, que compete normalmente na categoria até 57 kg, lutou entre atletas até 63 kg e foi medalhista de bronze.

_ Via RJ4 News


Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *



No ar agora:

Título

Artista

Background